Foto: Divulgação/ CRBM

Da redação | 20 pessoas morreram e outras 244 ficaram feridas em acidentes de trânsito na primeira metade deste ano na região de abrangência do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) de Farroupilha. A corporação divulgou nesta terça-feira um balanço do primeiro semestre, relacionado aos trechos de Farroupilha, Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Flores da Cunha, Antônio Prado, Ipê, Garibaldi, Nova Pádua, Carlos Barbosa, entre outras cidades.

De acordo com o comandante do CRBM Farroupilha, tenente Marcelo Stassak, houve 20 mortes em 18 acidentes no primeiro semestre deste ano, um aumento em relação ao mesmo período de 2017, quando foram registradas 11 ocorrências similares com 13 óbitos.

O número de acidentes com lesões corporais no primeiro semestre deste ano foi de 143, com 244 pessoas feridas. Em 2017, no mesmo intervalo, foram 165 registros com feridos.

Nesta terça, a fiscalização começou a ser reforçada pela polícia rodoviária. O CRBM deve trabalhar com três radares móveis simultaneamente na região. O período de intensificação deve durar em torno de 30 dias, tendo em vista o aumento do número de veículos com excesso de velocidade, fator que aumenta a possibilidade de colisões veiculares.

Em Farroupilha, nesta terça-feira, um automóvel foi flagrado a 114 km/h na ERS-122. Neste ponto da rodovia, o limite de velocidade é de 60 km/h. Nesta quarta, em Caxias do Sul, um veículo foi flagrado a 140 km/h no acesso oeste à Caxias do Sul, próximo ao Viaduto Torto. No trecho, o limite permitido é de 80 km/h.