FOTO: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | A Polícia Civil deflagrou na última quarta-feira (27) a Operação Themis com o objetivo de combater os crimes relacionados à violência doméstica e familiar contra a mulher e feminicídio. Durante a operação, que foi realizada em Porto Alegre e Canoas, cinco homens foram presos, quatro deles preventivamente por descumprimento de medidas protetivas e um em flagrante.

Com os presos foram apreendidas seis armas de fogo, sendo duas pistolas e quatro revólveres, além de um simulacro e munições de diversos calibres. Em uma das residências, ainda foram localizadas diversas peças de roupa com símbolos da Polícia Civil e insígnias.

Segundo a delegada Tatiana Barreira Bastos, as armas apreendidas eram utilizadas pelos indivíduos para ameaçar e intimidar as vítimas no âmbito familiar. “O indivíduo preso com as roupas da Polícia Civil era conhecido pelos vizinhos como sendo policial”, disse a delegada.

Aproximadamente 45 policiais civis participaram da Operação Themis, durante o cumprimento de 17 mandados de busca e apreensão e sete mandados de prisão preventiva em diversos bairros de Porto Alegre e Canoas.