Foto: Arquivo/ Secom Canoas

Da redação | A Prefeitura de Canoas está rescindindo o contrato com a Multiágil em razão de má execução de contrato. A empresa foi contratada para prestar serviços de atendimento ao cidadão no teleagendamento e na Central de Atendimento ao Cidadão (CAC). Desde abril, os funcionários estão sem receber os salários.

Desde janeiro de 2017, a atual administração do Município vem notificando a empresa por esse motivo. O contrato foi firmado pela Prefeitura com a Multiágil em 2016, tendo início em 13 de maio do mesmo ano.

A Procuradoria-Geral do Município (PGM) ingressou com pedido de liminar nesta quinta-feira (28), no Ministério Público do Trabalho (MPT), para solicitar autorização para fazer o pagamento direto aos trabalhadores. Tendo em vista a situação financeira da Multiágil, se a Prefeitura fizesse o repasse para a empresa, haveria risco dos funcionários não receberem os salários.

Caso haja uma decisão favorável com relação ao pedido de liminar, a expectativa é que os funcionários da Multiágil estejam com os valores depositados em suas contas nos próximos dias.

Com relação à prestação dos serviços, a Prefeitura de Canoas tomou providências internas para garantir o atendimento da população.

Com informações da Secom Canoas.