Foto: Reprodução

Da redação | A Polícia Civil confirmou nesta segunda-feira que o motorista de aplicativo Sidney Moreira, 41 anos, foi chamado pela plataforma da Uber para uma corrida antes de ser morto. Ele foi encontrado sem vida em uma estrada de chão, no dia 22, em Viamão.

Na ocasião, Moreira foi encontrado quilômetros de distância da ERS-040, onde foi localizado seu veículo, um Renault Kwid com placas de Alvorada,. Na conclusão da delegada Caroline Jacobs, da Polícia Civil de Viamão, não é possível escolher o condutor pelo aplicativo, o que reforça a hipótese de ele ter sido uma vítima aleatória para um latrocínio.

Ao desaparecer, no dia 20, buscas foram feitas tanto pela polícia quanto por amigos e familiares. Moreira não tinha antecedentes criminais e morava em Alvorada.