Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Da redação | Agentes da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Canoas, coordenados pela delegada Carolina Funchal Terres, prenderam preventivamente nesta quinta-feira um homem por violência doméstica. A ação policial ocorreu no bairro Rio Branco, em cumprimento a mandado judicial.

As investigações sobre o acusado se iniciaram na terça-feira da semana passada, quando a vítima procurou a Polícia Civil em razão de sérias agressões que havia sofrido. Na ocasião da violência, ela teve celular e carteira subtraídos pelo homem.

Na última segunda-feira, a vítima retornou à delegacia para efetuar novo registro de ocorrência, dessa vez, em razão de ameças de morte que o acusado proferiu via mensagems de celular. Em vista da gravidade dos fatos relatados pela mulher, o mandado foi expedido e cumprido nessa quinta.

Quando os agentes chegaram ao endereço do agressor, o mesmo arremessou uma arma e um celular para o pátio vizinho. Além desses itens, a Polícia Civil apreendeu um relógio sem procedência e quatro celulares, com suspeita de que um desses seja o aparelho que havia sido pego da vítima.

Mesmo preso e encaminhado à delegacia, o acusado reiterou que iria mandar matar a vítima e seus familiares de dentro do presídio.

O homem possui antecedentes por homicídio, tráfico de drogas, roubo a pedestre, posse e porte ilegal de arma de uso restrito, ameaça, lesão corporal, desobediência, disparo de arma de fogo e furto/ arrombamento de residência. Além disso, ele havia saído do sistema prisional em 03 de julho para cumprir pena em regime de prisão domiciliar.