Foto: Simers/Divulgação

FOTO: Simers/ Divulgação

Da redação | A superlotação do setor de emergência no Hospital Nossa Senhora das Graças (HNSG), em Canoas, continua na tarde desta quinta-feira. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da casa de saúde.

Diante da situação, o serviço, prestado através do SUS, está funcionando com restrições por tempo indeterminado. Isso ocorre desde o fim da tarde de quarta-feira, quando a superlotação foi anunciada.

O fato foi comunicado ainda na quarta ao Conselho Regional de Medicina do Estado (Cremers) pelo diretor-técnico do HNSG, Marco Antônio Figueiró. Na ocasião, 70 pacientes estavam internados nas salas de Medicação, Unidade de Cuidados Especiais, Unidade de Interação Rápida e nos corredores da emergência.

“As camas estão tão juntas que não tem espaço nem para o médico. Existe falta de condições técnicas”, declara Figueiró.

Apenas casos mais graves são atendidos. Pacientes do setor de oncologia seguem sendo atendidos normalmente.

Quem for ao local e não receber atendimento será orientado a procurar o Hospital de Pronto Socorro de Canoas (HPSC) e as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).