FOTO: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | A Polícia Civil identificou os suspeitos de terem participado da morte de um motorista do Uber, em Viamão, na Região Metropolitana. Um homem, duas mulheres e uma adolescente de 17 anos estão envolvidos no crime.

Uma das mulheres está presa. Os outros estão com prisão temporária decretada e são considerados foragidos. A menor deve ser internada na Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fase), mas também não foi encontrada.

O crime

Sidney Moreira de 41 anos estava trabalhando em Porto Alegre e resolveu retornar para Alvorada, onde residia. No caminho, ele decidiu aceitar uma corrida em Viamão. Uma mulher acionou o aplicativo e pediu para ser levada da parada 36 até a Estrada do Cantagalo. O motorista aceitou e, chegando ao destino, um homem e duas mulheres embarcaram.

A solicitante da corrida já está presa. Ela utilizou o próprio cadastro. Para a polícia, ela confirmou que seus amigos eram os outros passageiros.

A Polícia Civil identificou os suspeitos da morte do motorista do Uber, Sidney Moreira, 41 anos, encontrado no dia 22 de julho em Viamão. Um homem, duas mulheres e uma adolescente de 17 anos estariam envolvidos no crime.

Conforme a delegada Caroline Jacobs, titular da Delegacia de Homicídios de Viamão, o trio obrigou o motorista a descer e ficar de joelhos. Nesse momento, eles dispararam contra a cabeça da vítima.

Em seguida, deixaram o corpo em um matagal na estrada Acrísio Prates. Os suspeitos pegaram o carro da vítima, um Kwid, e retornaram até o local do embarque. Ali, o veículo foi abandonado.

O crime aconteceu no dia 20 de julho, porém o corpo e o carro só foram encontrados no dia 22. A perícia identificou uma impressão digital na porta do motorista, que levou até um dos suspeitos.

Suspeitos

Bruno Rebello Passos de 23 anos está com a prisão temporária decretada. Ele esteve preso, teve a progressão para o regime semiaberto e, quatro meses depois, rompeu a tornozeleira eletrônica. A namorada dele, de 17 anos, também está sendo procurada.

Beatriz Gonçalves Rodrigues de 19 anos está com a prisão decretada.

Uma semana depois do latrocínio, eles ainda assaltaram um supermercado em Viamão. A polícia pede que informações sobre os suspeitos sejam repassadas pelo telefone (51) 98446-5842, da Delegacia de Homicídios de Viamão.