FOTO: Jaime Zanatta/GBC

Da redação | A justiça decretou na manhã desta quarta-feira (22) a prisão preventiva de Anita da Silva Lenz. Ela era esposa de Oli Lenz de 49 anos. A vítima estava saindo de uma agência do Itaú, no bairro Niterói, em 06 de julho, quando foi abordada por dois criminosos e morta a tiros.

Ontem, o Ministério Público denunciou Anita por envolvimento no crime. Também foram denunciado Wellington Alberto Mello da Silva, 20 anos, e Douglas Rodrigues da Silva, 23. O trio foi responsabilizado pelo latrocínio do homem. O indiciamento ocorreu em 08 de agosto.

Para a Polícia Civil, a mulher da vítima teria dado informações cruciais para a localização e identificação do alvo, no momento em que ele teria o dinheiro. Oli Lenz foi até o banco para depositar R$ 5 mil. A análise da troca de mensagens entre a mulher e dos dois homens deve se estender até o fim de setembro.