FOTO: Juliana Baratojo/Especial Palácio Piratini

Da redação* | O tempo bom no primeiro final de semana da 41ª Expointer, aberta oficialmente nesse sábado (25), atraiu mais de 90 mil pessoas ao Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio. No primeiro dia, pelo menos 33 mil pessoas (entre pagantes e não pagantes) percorreram as ruas do parque, enquanto no domingo (26), o público foi de cerca de 60 mil. A temperatura estável, as atrações artísticas, a comercialização de animais, artesanatos e produtos de agroindústrias foram um convite ao lazer a diversas famílias.

Entre as novidades, destaca-se o empate técnico inédito na escolha do touro mais pesado da feira. Com 1.265 quilos, dois exemplares da raça Charolês dividiram o título: o Charolês JB Legend (box 874), do expositor Andre Berta, da Cabanha Figueira, de Arambaré; e Charolês NBO Poderoso do Boqueirão (box 877), do expositor Newton Bolis de Oliveira, da Cabanha Boqueirão, de São Francisco de Assis.

O retorno das aves ao Pavilhão dos Pequenos Animais – após o afastamento pelo risco de contaminação da gripe aviária – e a exposição de coelhos de raças variadas também alegraram crianças e jovens. Além disso, a cultura quilombola e indígena teve protagonismo na programação. A iniciativa da Secretaria da Educação trouxe trabalhos de alunos de 15 escolas sobre temas relacionados à valorização do meio ambiente, diversidade cultural e agricultura.

Quem não abre mão do tradicional chimarrão, o espaço da Emater ofereceu água quente e histórias que narram as oriegns da erva-mate. A carne gaúcha e os cortes de chefs de cozinha especializados ainda trouxeram oportunidades de degustação aos interessados na Vitrine da Carne, no Salão do Empreendedor.

Por fim, a solidariedade esteve em pauta na exposição. O evento Assado do Bem, organizado por jovens das Associações de Raça, estreante na feira, arrecadou R$ 10,4 mil que serão repassados para ajudar o Instituto do Câncer Infantil.

*Com informações da Assessoria de Imprensa da Expointer 2018