Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Da redação | Na tarde desta terça-feira (29), a equipe da 3ª Delegacia de Polícia de Caxias do Sul efetuou o cumprimento de dois mandados de busca e de apreensão na Vila Leon. A ação finalizou a investigação de um delito de estelionato praticado pela internet, em sites de compra e venda, sendo localizados e apreendidos dois filhotes de cachorro, sendo um da raça Pug e outra da raça Bulldog Inglês.

O filhote de Pug foi reconhecido pela vítima, confirmando as provas produzidas na investigação, sendo procedida a sua restituição. Quanto ao filhote de Bulldog, que tem pelagem branca, estão sendo feitas diligências para identificar o proprietário e a existência de possível estelionato. Segundo o que foi apurado nas investigações, o tipo de ação usada pelos suspeitos tem se tornado cada vez mais comum na região, em face do grande número de ocorrências do tipo distribuídas às delegacias de polícia.

De forma resumida, a ação criminosa inicia com os suspeitos buscando objetos ou animais de interesse em pesquisas de sites de compra e venda pela internet. Selecionado o objeto, um dos criminosos inicia o contato com a vítima utilizando dados e fotos de outras pessoas, geralmente obtidas em perfis abertos de redes sociais. Ao fechar a negociação, o criminoso envia uma falsa comprovação de pagamento (TED) por meio de aplicativos de mensagens ou deposita um envelope vazio em caixas eletrônicos.

De forma simultânea e imediata, o suspeito informa que um suposto parente ou amigo está se deslocando para buscar o objeto, sendo que esta pessoa geralmente utiliza uma corrida de veículo de aplicativos de transporte. Por fim, essa pessoa pede ao motorista do aplicativo para descer em um endereço completamente diferente de sua residência, a fim de despistar e dificultar o rastreamento em investigação policial.

Dicas de segurança da Polícia Civil:

– Aos vendedores que postaram ofertas de objetos e animais em sites de compra e venda, a dica é que confiram se o valor depositado/transferido efetivamente se encontra disponível em sua conta.

– Destaca-se que alguns bancos demonstram como bloqueados os valores depositados em caixas eletrônicos, para posterior conferência. Logo, não se deve entregar o objeto enquanto o valor estiver bloqueado.

– Caso tenha receio na negociação, anote ou fotografe as placas dos veículos utilizados para buscar os objetos e tire fotos da pessoa para quem foi entregue o objeto.

Com informações da Polícia Civil