Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Da redação | A Polícia Civil realizou na manhã desta sexta-feira (31) um desdobramento da Operação Império, deflagrada em maio desde ano no combate a roubos a banco e carros-fortes. Dieizon Luiz da Silva Correa, conhecido como Acerola, de 30 anos, é suspeito de diversos assaltos a bancos, lotéricas e empresas de transporte de valores. Ele foi preso em Gravataí. Na ação, dois mandados de prisão preventiva foram cumpridos contra o mesmo indivíduo.

Segundo o delegado João Paulo de Abreu, o homem é investigado, suspeito do envolvimento em uma série de delitos contra o patrimônio de instituições bancárias, de lotéricas e de empresas de transporte de valores, praticados especialmente em 2017 e 2018. “Um dos fatos se refere ao roubo circunstanciado, contra uma casa lotérica, com emprego de arma de fogo e juntamente com outras pessoas, ocorrido no dia 11 de dezembro de 2017, nos bairros Boa Vista/Vila Formosa, em Alvorada”, explicou o delegado. Em razão deste fato, foi representada pela prisão preventiva do indivíduo, a qual foi cumprida nesta manhã, em Gravataí.

O mesmo suspeito possuía outro mandado de prisão preventiva, por fato ocorrido em julho deste ano. “O indivíduo é suspeito de participar, juntamente com outros indivíduos, de um roubo a estabelecimento bancário, ocorrido no dia 12 de julho, na Avenida Assis Brasil, zona norte da Capital”, acrescentou Abreu. O delegado ressaltou que o homem preso é um dos principais membros de organização criminosa relacionada a diversos delitos patrimoniais. “Ele possui diversos antecedentes, como homicídio, roubos contra estabelecimentos comerciais, roubo a motoristas e cargas, entre outros”, concluiu Abreu.

Com informações da Polícia Civil