Elaine e Evandro. Foto: Redes sociais/ Divulgação

FOTO: Arquivo Pessoal/Reprodução

Da redação | A Polícia Civil pediu à justiça a prisão preventiva do homem suspeito de ter matado a cunhada. O pedido foi encaminhado na manhã desta sexta-feira (14) pelo delegado responsável pelo caso, Leonel Baldasso.

O corpo de Elaine Silva da Silva foi encontrado na tarde da última quinta-feira (13). A vítima estava em um matagal em Gravataí, na Região Metropolitana.

Elaine e o cunhado Evandro Ferreira estavam desaparecidos desde a última terça-feira (11), quando foram vistos pela última vez em Cachoeirinha. De acordo com o delegado, o corpo da mulher foi encontrado próximo ao carro que era usado pelo homem. Ele segue desaparecido.

Baldasso explicou que o carro do suspeito deu entrada em um motel em Gravataí, logo após ter deixado a residência. “Ele entrou no motel, mas a vítima não foi vista dentro do carro. Temos a suspeita de que ela poderia já estar morta dentro do veículo. Ele disse para os funcionários que estava aguardando alguém que não apareceu. Ele pagou com cartão de crédito e foi embora”.

O delegado informou que vai tentar conseguir mais imagens que possam ajudar na investigação. Ele ainda não tem informações sobre a forma com que a mulher teria sido morta. Foram constatadas lesões no corpo da vítima.”O corpo dela estava seminu, embaixo do corpo estavam as roupas. Já o carro estava quase em um lugar inacessível. Testemunhas afirmaram que viram um homem caminhando pelo local”, finalizou Baldasso.