FOTO: Derli Colomo Jr./Prefeitura de Canoas

Da redação* | Onde deveriam estar 224 estudantes, mato. No lugar de classes e lousas, lixo. As paredes, que deveriam conter cartazes e trabalhos dos pequenos estudantes, apodrecem. É assim que, desde 2015, se encontram as instalações da Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Central Park. A obra, que foi abandonada na gestão anterior, será retomada a partir desta terça-feira (17). Cerimônia em frente ao local, na Avenida das Canoas, marca a volta dos trabalhos. O evento ocorre a partir das 10h.

Para que as obras fossem retomadas, a Prefeitura de Canoas fez um trabalho em conjunto com o Ministério da Educação para reconquistar os recursos, já que a construção foi abandonada em 2015 e parte do valor enviado pelo Governo Federal foi gasto pela Administração municipal da época. Além disso, o Executivo Municipal também conseguiu, junto ao Ministério da Educação, que o modelo do prédio fosse modificado. Antes, a EMEI seria construída na Metodologia Inovadora, com material totalmente pré-fabricado como resinas, isopor e gesso. Agora, ela será feita no Método Convencional, de tijolo e cimento. A opção pela troca se dá ao fato de que as escolas construídas no primeiro método não são resistes ao clima do Rio Grande do Sul.

A EMEI Central Park irá comportar 224 alunos, a partir do segundo semestre de 2019, e vai contribuir com a redução do déficit de vagas na Educação Infantil. A escola terá investimento total de R$ 1.617.051,94, metade desse valor sairá dos cofres da Prefeitura de Canoas.

Quatro novas escolas em 2019

Além da retomada das obras na EMEI Central Park, a Prefeitura de Canoas já iniciou a construção de três novas escolas. Ela ficarão nos bairros Harmonia, Niterói e Mato Grande. Juntas, as quatros instituições irão agregar 1.200 novas vagas para crianças de até 5 anos. A iniciativa se aproxima de uma das prioridades da gestão atual, que é reduzir o déficit na Educação Infantil. O trabalho, iniciado em janeiro de 2017, já tem surtido efeitos. Em apenas 18 meses, a prefeitura conquistou um fato inédito na história de Canoas: Zerou a falta de vagas em pré-escola, que são para alunos de 4 e 5 anos. Ou seja, todas as crianças com essa idade, inscritas para vagas em escolas infantis, estão frequentando a escola.

*Com informações da Prefeitura de Canoas