pc

Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Da redação | A Polícia Civil prendeu na tarde desta quarta-feira (17), em um sítio no bairro Guadalajara, o homem suspeito de matar a ex-companheira a facadas na última sexta-feira (12), em Gravataí. A Justiça havia decretado a prisão de Tiago Gonçalves Silva, 33 anos, que estava foragido desde a data do crime.

Raquel Aresi de Souza, 32, foi atacada em casa, por volta do meio-dia. De acordo com a delegada Priscila Salgado, titular da Delegacia da Mulher de Gravataí, o atual companheiro da vítima estava no local e também foi atingido pelos golpes. Ele segue hospitalizado e seu estado de saúde é regular. Raquel foi morta com quatro facadas.

O suspeito tinha histórico de agressividade contra a ex-companheira. Raquel estava separada há seis meses do homem, com quem tinha dois filhos. Ele antecedentes por porte de drogas, lesão corporal e ameaças.

GRAVATAÍ | Justiça decreta prisão preventiva do homem que matou ex-companheira a facadas