Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Da redação | O clima ficou tenso nesta terça-feira (23) em frente a uma delegacia da Polícia Civil, localizada no bairro Mário Quintana, em Porto Alegre. Populares jogaram pedras e tentaram invadir o prédio, que fica na zona norte da capital, após a circulação de um boato de que um homem havia tentado sequestrar uma criança e estaria preso no local.

A Polícia Civil confirmou que se trata de um boato e que não há ocorrências do tipo registradas nessa terça-feira. Apesar disso, os moradores seguem cercando a delegacia e pedindo que os agentes tragam para fora o suposto homem que teria cometido o crime. Um dos policiais foi cercado e deu um tiro para o alvo, o que dispensou os manifestantes.

A disseminação ocorreu após a menina Eduarda Herrera de Mello, nove anos, ter sido encontrada na manhã de segunda-feira (22) às margens da ERS-118, em Alvorada. Ela havia sido sequestrada na noite de domingo (21), quando brincava na frente de casa, no bairro Rubem Berta, na Capital.

Polícia Civil pede para que pessoas não divulguem fotos de suspeitos nas redes sociais