Polícia Civil

Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Da redação | O Hospital Centenário de São Leopoldo informou que Alex Júnior Abreu Tubiana, 28 anos, se recusou a fazer tratamento e teve alta da unidade hospitalar, na tarde desta sexta-feira (9). O paciente seria o alvo de criminosos que, na madrugada, executaram um jovem de 19 anos por engano.

O Centenário declarou que Tubiana se recusou a ficar internado, mesmo sendo alertado sobre sua condição clínica. Mesmo com a liberação, o hospital solicitou a permanência da Brigada Militar por mais 24 horas.

Na última quarta-feira (7), ele sofreu uma tentativa de homicídio em uma oficina do bairro Santos Dumont, em São Leopoldo. Tubiana foi internado no Centenário e, desde então, começou a sofrer ameaças. O paciente chegou a ser transferido de quarto.

Gabriel Villas-Boas Minossi, 19, havia sofrido um acidente de moto na BR-116, na semana passada. Internado há uma semana, ele deveria ter tido alta na quinta (8), mas não conseguiu em virtude da pressão, que estava alterada. Ficaria mais um dia internado, porém foi alvo dos tiros dentro do hospital.

TRAGÉDIA NO CENTENÁRIO | Jovem morto por engano era de Cachoeirinha