Foto: Derli Colomo Júnior/Prefeitura de Canoas

Foto: Derli Colomo Júnior

Secom Canoas | Aprovado nesta terça-feira (22) pela Câmara dos Vereadores de Canoas, o Projeto de Lei nº 3 de 2019 reajustou os valores da remuneração dos professores não graduados da rede municipal. Com a mudança, o vencimentos foram elevados ao patamar estabelecido pelo Piso Nacional do Magistério, regido pela Lei Federal 11.738. Canoas é uma das únicas cidades da região a pagar o piso estipulado para a categoria.

O PL alterou os valores da Tabela B, do Anexo VI, da Lei Municipal 5.580, que dispõe sobre o Plano de Cargos, de Carreira e de Remuneração do Profissional do Magistério de Canoas. A mudança ocorre apenas no valor básico das classes iniciais dos professores não graduados. Para 2019, o valor do piso nacional é de R$ 2.557,74, para um carga-horária de 40 horas.

Para cumprir a legislação, o executivo municipal concedeu um reajuste de 4,17% para este grupo, índice que ficou acima da inflação acumulada de 2018 (3,75%).