Foto: reprodução

Da redação | A Polícia Civil prendeu no início da tarde desta sexta-feira o motorista de uma van branca, que perseguiu Samara de Souza Pereira, 36 anos, encontrada morta na ERS-122, em Flores da Cunha, na madrugada da última segunda-feira.

A prisão é temporária. O nome dele não foi divulgado para não atrapalhar o esclarecimento do caso. O suspeito permaneceu calado.

Conforme os investigadores, o motorista é funcionário de uma empresa de transportes. Após perseguir, ele deu carona para a mulher. Essa constatação se baseia em imagens de câmeras de segurança divulgadas pela polícia. Nos registros, é possível perceber que a vítima caminha enquanto a van a acompanha.

Samara de Souza Pereira, 36 anos.

Samara voltava de uma festa ocorrida na Estação Férrea, na noite de domingo. Ela teria pedido transporte por aplicativo para voltar para casa, que fica na Zona Norte de Caxias do Sul, mas em razão da demora do serviço, decidiu ir a pé até a residência, no bairro Vila Ipê.

A vítima andou por mais de uma hora e a perseguição durou 1,5 quilômetros. A polícia trata o caso como homicídio. Inicialmente, ao ser localizada sem vida, havia a hipótese de atropelamento, que foi descartada. O laudo preliminar indica que ela sofreu uma pancada na cabeça.