Foto: Alex Schneider/GBC

Foto: Alex Schneider/GBC

Da redação | Um homem matou a tiros a ex-companheira em Lavras do Sul, na Região Central, na última segunda-feira (25). Ele cometeu suicídio depois do crime.

Conforme a Brigada Militar (BM), as mortes ocorreram próximo à casa da vítima. Segundo a Polícia Civil, a mulher de 34 anos, estava chegando em casa junto com o filho do casal, um menino de 10 anos. Nessa hora, o homem passou pelos dois, de carro, parou e disparou na ex-companheira. Em seguida, ele atirou contra si.

A mulher levou dois tiros, sendo um deles na cabeça, e acabou morrendo no local. A BM foi acionada por moradores da região, mas, quando os policiais chegaram, o homem também já estava morto. 

Conforme o delegado responsável pelo caso, José Bastos, o casal havia se separado há algum tempo, porque o homem agredia a mulher. Ele chegou a ser preso por descumprimento de medidas protetivas, mas foi solto e, algumas vezes, a mulher reatou com ele. Neste ano, a mulher estava em um relacionamento com outro homem, e o ex-marido não aceitava a situação.