Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Da redação | A Polícia Civil prendeu, nesta segunda-feira, em Cachoeirinha, mãe e filho, investigados por cometerem furtos em instituições bancárias.

As capturas fazem parte de uma força-tarefa para investigar crimes relacionados aos bancos no Estado. “Nesses eventos, os criminosos conseguem subtrair valores de cofres e terminais de auto-atendimento, através do rompimento de obstáculos, com emprego de instrumentos de corte e de perfuração, bem como através do concurso de pessoas”.

Tanto mãe e filho já foram alvos de operações da Polícia Civil. Em 2017, eles foram identificados como autores de furto qualificado ocorrido nas dependências de um supermercado, na Av. Protásio Alves, em Cachoeirinha, tendo como alvo um caixa eletrônico.

O filho também foi alvo de investigações de furto praticado em Quintão, também contra um supermercado, em janeiro do ano passado. Na ocasião, ele foi preso em flagrante juntamente contra outro homem, identificado como Vilmar Correa dos Santos, alvo de uma operação denominada Agurejo. Na ocasião, eles tentavam subtrair valores de um cofre.

Em Cachoeirinha, o filho foi abordado em uma BMW X1 blindada. Ele portava documentos falsificados. A mulher se escondia em um apartamento. Em sua posse, foram encontradas notas com machas de tintas, aparentemente decorrentes de crimes, e instrumentos utilizados geralmente para romper obstáculos, além de um cartucho de munição de calibre .380.