Foto: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | A Polícia Civil deflagrou na manhã desta sexta-feira (26) a Operação Error. O objetivo é desarticular um grupo que praticava roubos de veículos, receptação, adulteração de sinais identificadores, estelionatos e outro delitos.

Estão sendo cumpridas 80 ordens judiciais em Alvorada, Canoas, Cachoeirinha, Charqueadas, Gravataí, Novo Hamburgo, Porto Alegre, São Leopoldo, Sapiranga e Viamão. Até o momento, há informações de que 16 pessoas foram presas.

Entre os presos, estão familiares do criminoso (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Segundo informações da Polícia Civil, a quadrilha é chefiada por um detento da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc) condenado a mais de 100 anos de prisão. O criminoso ordenava a prática de crimes de roubo de veículos em Porto Alegre e na Região Metropolitana.

Conforme a polícia, o grupo monitorava anúncios de venda de veículos na internet, e combinava a compra. No momento em que o vendedor aparecia, eles roubavam o carro, clonavam o veículo, faziam um novo anúncio na internet, e quando um comprador se interessava, acaba adquirindo um veículo clonado.

Nos últimos dois anos, o grupo lesou pelo menos 40 pessoas.