Foto: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | Um homem de 39 anos foi preso em flagrante por receptação na manhã deste sábado (27), em Sapucaia do Sul, na Região Metropolitana.

Conforme informações da Polícia Civil, o caso começou no dia 23 de julho, quando houve a negociação de compra e venda dos veículos: BMW/125i – avaliado em R$ 95.000 – e Toyota/SW4 – avaliada em R$ 130.000. Na data, os proprietários passaram a procuração dos seus veículos para que eles fossem transferidos.

O comprador do SW4 foi até o Detran de Tapejara para realizar a transferência. Quando chegou no local, foi informado que o veículo estava adulterado e que os documentos eram falsos. Enquanto isso, em Sapucaia, o comprador da BMW estava tentando fazer a transferência do veículo.

Com as informações do crime de estelionato, os agentes da 1ª Delegacia de Polícia de Sapucaia, foram em busca do veículo. Quando o encontraram, no bairro Santa Catarina, prenderam em flagrante uma pessoa que não participou da negociação criminosa. Segundo a delegada Clarissa Demartini, que coordenou a ação, a BMW é uma vantagem ilícita por causa da prática criminosa. “Por isso foi possível a prisão em flagrante do acusado que é receptador de um objeto do crime.”

O delegado Venicios Demartini, titular da Delegacia de Tapejara, destacou a agilidade com que foram tomadas as medidas necessárias para que fosse feita a localização e apreensão do veículo, evitando um prejuízo de quase R$100.000,00 à vítima. “A investigação vai esclarecer se as pessoas envolvidas na negociação fraudulenta fazem parte de uma quadrilha especializada neste tipo de golpe, que além de lesar as vítimas confere legalidade ao bem inserido no patrimônio do criminoso”.

O delegado Mario Souza, diretor da 2ª DPRM, reforçou a importância do trabalho integrado entre as delegacias voltado à minimização dos danos às vítimas além da excelência e velocidade das diligências realizadas no dia de hoje “a recuperação do veículo só foi possível através da agilidade da investigação e o empenho das equipes”.