Foto: divulgação/ arquivo pessoal

Da redação | Silvio Vasnei Guedes dos Santos, 39 anos, foi condenado pelo Tribunal do Júri nesta terça-feira (30) a 18 anos de reclusão em regime fechado pela morte da ex-namorada Andressa Maria Suzin Ferreira, 24. O crime aconteceu no dia 12 de agosto de 2018, em Caxias do Sul. O réu confessou ter matado a jovem, que foi atingida a marteladas no corpo.

Conforme a denúncia, Silvio é acusado de homicídio qualificado por motivo torpe, utilização de meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima. Na noite do crime, familiares receberam uma ligação de Silvio por volta das 22h e foram até a residência dele onde encontraram Andressa morta no quarto. O corpo apresentava sinais de asfixia e golpes na região da cabeça.

Após oito dias, Silvio se entregou à Polícia Civil e confessou a autoria do assassinato alegando legítima defesa. Segundo ele, Andressa o teria atacado com um ferro elétrico após uma discussão. Desde então, o réu permaneceu recolhido na Penitenciária Estadual de Caxias do Sul.