Foto: Polícia Civil

Da redação | Agentes da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Canoas, coordenados pela delegada Clarissa Demartini, prenderam preventivamente um homem de 29 anos por violência doméstica. A prisão ocorreu em Cachoeirinha, e foi decretada após o acusado ter descumprido uma medida protetiva de urgência.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Os investigadores apuraram que o agressor enviou diversas mensagens via WhatsApp para a vítima e sua mãe. Nas mensagens, o acusado proferiu ameaças de morte. O investigado possui diversos antecedentes, inclusive por violência doméstica.

A ação faz parte da Operação Marias, que é permanente e tem como objetivo a prisão cautelar de agressores acusados de violência doméstica ou de gênero.

Clarissa destaca a qualidade do trabalho realizado que culminou na prisão.

É importante reforçar a ideia de que a medida protetiva funciona como garantia de integridade física e psicológica da vítima, podendo ser decretada a prisão preventiva do agressor em casos de descumprimento, por isso é tão importante a vítima procurar a delegacia para relatar a violência que sofre”.

Delegada Clarissa Demartini

O diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (2ª DPRM), delegado Mario Souza, esclarece que oo combate da violência contra a mulher é uma das prioridades de seu trabalho.

As mulheres devem denunciar as violências. A Polícia Civil está pronta para auxiliar e não permitir perseguições e violências.”

Delegado Mario Souza

Após as formalizações da prisão, o acusado foi encaminhado ao sistema prisional.