Foto: Jaime Zanatta/GBC

A manhã desta terça-feira (3) foi de trabalho de agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) em um terreno do bairro Fátima, em Canoas. Com o apoio do Corpo de Bombeiros eles buscam por mais corpos, onde no sábado foi encontrado um homem morto carbonizado, além da ossada de uma mulher.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

No local, já havia sido preso um homem de 43 anos. Ele não confessou nenhum crime. A primeira vítima encontrada havia desaparecido em 22 de novembro. Para pessoas próximas, ele relatou que tinha feito ‘porcaria’. O homem de 25 anos foi morto com golpes de barra de ferro e depois foi carbonizado. Apenas o tórax e a cabeça dele foram encontradas.

Porém, testemunhas estão sendo escutadas pelos investigadores. Alguns, disseram que o preso já tinha dito antes que matava pessoas. Porém, ninguém acreditava. Com a localização desses dois corpos, eles retornaram até a delegacia para contar o que sabiam. Por isso, mais corpos estão sendo buscados.

Até o momento, duas pernas foram encontradas. Elas foram levadas pelo Instituto Geral de Perícias (IGP) e passaram por exames nos próximos para identificação.