Foto: Reprodução/ Prefeitura de Cachoeirinha

A partir de segunda-feira (23), todos os comércios de Cachoeirinha, incluindo bares e restaurantes, devem permanecer fechados. A medida atende a decreto municipal. Por outro lado, podem funcionar estabelecimentos que ofereçam o serviço de tele-entrega, delivery e pegue e leve, mas fica proibida a entrada de clientes e formação de filas, mesmo que externas.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Durante transmissão pelo Facebook, Miki Breier anunciou um toque de recolher. De acordo com ele, está proibido sair na ruas 22h às 06h. A medida não vale para quem de fato necessita deixar o domicílio, como em situações de atendimento na área da saúde. A medida foi tomada em decorrência do combate à disseminação do coronavírus.

Serviços essenciais, como supermercados, drogarias, postos de combustíveis, distribuidoras de gás, agropecuárias e serviços de saúde manterão o funcionamento, mas devem preservar as recomendações dos órgãos de saúde para evitar aglomeração de pessoas.

Em caso de descumprimento, serão aplicadas penalidades de multa, interdição total da atividade e cassação do alvará de localização e funcionamento. O decreto terá validade de 30 dias e poderá ter o prazo prorrogado de acordo com a situação da cidade devido ao Covid-19.

Na sexta-feira (20), o município de Cachoeirinha decretou estado de calamidade pública por um período de 180 dias. “Precisamos evitar a circulação e aglomeração. Se as pessoas continuarem andando nas ruas, o vírus continuará se proliferando. Então iremos avaliar, dia após dia, as medidas que devem ser tomadas para cuidar da nossa cidade”, ressalta o prefeito Miki Breier.