Foto: reprodução

Homem acusado de tentar matar uma mulher durante um assalto foi preso pela Polícia Civil nesta sexta-feira (17). A ação foi realizada pela 1ª Delegacia de Polícia de Canoas.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Conforme o delegado Rafael Pereira, que coordenou a ação, o crime ocorreu em 4 de feveiro na Rua Brasil, no Centro. Dois homens eram suspeitos do crime. Foram realizadas diversas diligências no sentido de identificar e localizar suspeitos.  Em análise de diversas câmeras de monitoramento da região próxima ao local do fato, identificou-se que um veículo GM/Celta de cor branca participou do roubo, como veículo de apoio para o crime.

Os policiais lograram êxito em localizar o veículo GM/Celta idêntico ao veículo utilizado no roubo no bairro Mathias Velho em Canoas. Diante da grande semelhança, iniciou-se monitoramento diário, por mais de uma semana, do veículo suspeito. No dia 12 de de fevereiro, os agentes flagraram que o motorista do veículo estava em atividade típica de tráfico de entorpecentes, na modalidade de tele entrega.

Diante das circunstâncias, abordou-se tal veículo, sendo localizada cocaína com o indivíduo, motivo pelo qual foi preso em flagrante por tráfico de drogas. As investigações continuaram e diante do deferimento judicial de medidas cautelares investigatórias, encontrou-se robustos indícios do envolvimento do indivíduo no Latrocínio tentado, na qual a vítima mulher restou alvejada de expressiva quantia em dinheiro e diálogos onde se evidenciava o esquema de traficância em larga escala.

Durante as investigações, os policiais encontraram fotos do investigado dirigindo o veículo roubado, e também, fotos do veículo da vítima com as placas clonadas, o qual foi recuperado na cidade de Pelotas/RS. Nessa ação, três homens foram presos em flagrante. Diante das novas provas colhidas, representou-se pela prisão preventiva do investigado, que foi prontamente deferida pelo judiciário.

O delegado Rafael destacou que buscava localizar os suspeitos da tentativa de Latrocínio e acabou se deparando com novo crime praticado. E que “as investigações continuam para esclarecer localizar e identificar o segundo suspeito do crime.”

Já o diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana- 2ª DPRM – Regional de Canoas/RS, delegado regional Mario Souza, afirmou que “o combate aos crimes patrimoniais são de grande importância haja vista a gravidade dos delitos e por tudo que acarretam às vítimas.”

O preso foi encaminhado ao sistema prisional.