Foto: Polícia Civil/Divulgação

Uma ação deflagrada pela Polícia Civil resultou na interdição de uma fábrica clandestina de álcool em gel e de material sanitário que funcionava em Canoas. A ação teve o apoio da Vigilância Sanitária municipal.

No local onde existia a fábrica, foram apreendidos diversos produtos e matéria-prima, utilizada na fabricação de álcool em gel. No entanto, ninguém foi preso na ação, sendo que os responsáveis pelo local responderão por crime contra o consumidor

A ação de fiscalização ocorreu também no litoral norte do Estado.