A primeira fase da campanha foi destinada a vacinar idosos e profissionais da saúde. Foto: Vinícius Thormann

A campanha de vacinação contra a gripe em Canoas terá uma pausa até a chegada de novas doses por parte do Ministério da Saúde. Em apenas dois dias, os estoques das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Clínicas de Saúde da Família (CSFs) foram zerados. Conforme dados da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), foram aplicadas 12 mil doses em portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, caminhoneiros, portuários, profissionais das forças de segurança e salvamento, motoristas e cobradores do transporte coletivo. 

Além disso, profissionais da saúde continuaram percorrendo a cidade e imunizando idosos que solicitaram vacina em casa pela Central de Atendimento da Prefeitura de Canoas. 

A partir de 9 de maio, deve ser iniciada a terceira fase da campanha, que irá contemplar professores, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, grávidas, mães no pós-parto, população indígena, pessoas acima de 55 anos e pessoas com deficiência.