Comércio vai reabrir em maio em Canoas. Foto: Jaime Zanatta/ GBC

O comércio de Canoas seguiu fechado nesta quinta-feira (30). Essa é a determinação do decreto 70/2020, emitido em 20 de março, que autorizava apenas o funcionamento de serviços essenciais agências bancárias, clínicas de saúde, farmácias, postos de gasolina e supermercados. Algumas flexibilizações chegaram a ocorrer e por isso, estabelecimentos com crediários, puderam abrir às portas nesse período para cobrança de carnês.

Hoje, era o último dia útil do mês. Isso fez com que a aposentada, Carmem da Silva, esquecesse os insistentes pedidos dos filhos de ficar em casa e fosse receber. “Tenho que pagar minhas contas. Eles dizem que podem fazer pela internet, mas aí não me dão recibo. Não confio nisso”, conta.

Durante a tarde, não houve registros de filas nas agências bancárias. Mas, a movimentação era intensa no calçadão e nas ruas centrais, mesmo sem as grandes lojas de roupas e bazar, por exemplo, estivessem abertas.

Esse cenário deve mudar nos próximos dias. Isso, porque o prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, anunciou que o decreto que autoriza a abertura do comércio deve ser publicado na próxima sexta-feira (1°).