Foto: Palácio Piratini/Reprodução

Em entrevista à Rádio Gaúcha na última quarta-feira (6), o governador Eduardo Leite, afirmou que o pico da pandemia do coronavírus no Rio Grande do Sul deverá ser em junho. “Estamos projetando para o final do próximo mês o momento mais dramático”.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

O chefe do Executivo Estadual ressaltou que a projeção é por causa do inverno, já que no período, o sistema gaúcho de saúde fica com superlotação devido ao aumento de doenças respiratórias. “Estamos às portas do inverno, começando a esfriar. Junho, julho e agosto são meses que temos aumento de mortalidade, maior nível de internações por síndromes respiratórias, historicamente. E não sabemos como o coronavírus vai se comportar.”

“Estou confiante de que vamos conseguir atravessar o inverno”, contou Leite.