Foto: JL Balestrin/GBC

Circulou pelas redes sociais, ao longo do final de semana, que um funcionário da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Boqueirão havia sido diagnosticado com coronavírus. O boato ainda dizia que ele estava internado no Hospital Universitário e que os demais funcionários da unidade não tinham realizado testes e que seguiam trabalhando normalmente, ignorando assim, a transmissão do vírus.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Pelas redes sociais, o secretário municipal de Saúde, Fernando Ritter, desmentiu a informação e ressaltou que todo profissional de saúde no município que apresenta sintomas é afastado imediatamente e é testado, assim como todas as pessoas que tiveram contato com esse funcionário. O titular da Secretaria Municipal de Saúde ainda reforçou que profissionais já foram contaminadas em outra UPA, não a da Boqueirão, “em Unidade Básica de Saúde e hospitais, tanto HU, quanto HPSC, sendo tomadas todas as providencias preconizadas para a segurança dessa e todos os demais”.

Além disso, Ritter ainda salientou que “Canoas toma todas as medidas de segurança necessárias e quando acontece contaminação, e infelizmente, continuará tendo, vamos fazer o correto, como preconiza as evidencias e a ciência da área”. Ele finalizou que os autores do boato serão responsabilizados.