Foto: arquivo pessoal

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de São Leopoldo está investigando o caso do jovem desaparecido que foi encontrado morto na última quarta-feira (10), nas margens do Rio do Sinos, em São Leopoldo. Ele foi identificado como Emanoel Terra dos Santos de 18 anos.

Conforme o relato da família, Emanoel saiu de Farroupilha – onde residia com a mãe –, para buscar uma oportunidade de emprego no Vale do Sinos. Para isso, inclusive, ele alugou uma residência no bairro Rio dos Sinos, em São Leopoldo.

Desde o dia 3 de junho, a família não conseguia contato com ele. Por isso, uma ocorrência de desaparecimento foi registrada em uma delegacia da Serra e as investigações começaram.

O corpo foi encontrado boiando no Rio do Sinos. Ele estava com as mãos amarradas para trás e apresentava um ferimento na cabeça. Para apurar as circunstâncias da morte, a Polícia Civil aguarda a conclusão do laudo do Instituto Geral de Perícias (IGP). Os investigadores, inicialmente, trabalham com a hipótese de homicídio.

Nenhum pertence de Emanoel foi levado. A casa que ele alugou estava com a porta encostada com roupas, boné e o carregador do celular. O corpo de Santos foi sepultado quinta-feira (11) em Farroupilha.