Foto: Polícia Federal / Divulgação

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (16) a quinta fase da Operação Jizô, para reprimir crimes de divulgação de pornografia infantil pela internet e o abuso sexual de crianças e adolescentes.

Na ação, foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão nos municípios de Porto Alegre, Canoas, Cachoeirinha e Viamão.

Três homens foram presos em flagrante por armazenamento de material com conteúdo pornográfico infantil.

Um deles, um comerciante de Canoas, de 29 anos, foi preso por armazenar pornografia-infantil juvenil.

Em Cachoeirinha, não houve apreensão de material. As investigações prosseguem.

O nome da operação é uma referência à divindade budista referida como guardiã das crianças.