Foto: Gabriel Jabur/ MEC/ Divulgação

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou nesta quinta-feira (18) que deixará o cargo. A confirmação foi dada em um vídeo publicado por ele. Weintraub aparece ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

Weintraub assumiu o cargo em abril de 2019, depois da saída de Ricardo Vélez Rodríguez, e permaneceu na função por 14 meses. Nesse tempo, acumulou embates com diversos grupos sociais.

Na polêmica mais recente, com a divulgação de um vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, Weintraub defendeu a prisão dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), e os chamou de “vagabundos”.

 O nome do substituto não foi informado.