Foto: Reprodução

Leandro Daniel Hoffmann, 31 anos, preso após confessar ter assassinado Irene da Fonseca, 67, e a neta dela, Kauana Santos, 16, em São Marcos, foi espancado por outros detentos na Penitenciária Estadual de Caxias do Sul.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento das agressões, que ocorreram na madrugada desta quinta-feira (02). Sete detentos são suspeitos e devem responder a procedimento administrativo disciplinar. Hoffmann será transferido para outro presídio, segundo a Susepe.

O corpo de Kauana Santos, 16 anos, foi encontrado na noite de terça-feira (30) no interior de São Marcos, na Serra. O homem foi preso por volta de 18h do mesmo dia, no interior de Caxias do Sul.

À polícia, ele indicou o local onde estava o corpo de Kauana: um riacho na localidade de Linha Marechal Deodoro, próximo à casa da família dela. A adolescente estava sumida desde a noite de sexta (26).

Vizinho das vítimas, Hoffmann confessou ter invadido a casa, atirado em Irene e Kauana, levado o corpo da adolescente até um riacho e voltado para colocar fogo na casa delas, com o corpo da idosa dentro. Os crimes ocorreram na tarde da sexta.

Irene morava com os netos, dentre eles Kauana, e um filho. Desde o incêndio, o assassino confesso não foi mais visto.