Foto: Jaime Zanatta/ GBC

O Sindicato dos Rodoviários de Canoas informou a reportagem de Agência GBC que após uma reunião com a Sogal, na manhã desta segunda-feira (3) ficou decidido que ninguém será demitido em agosto. Funcionários do grupo de risco, convocados a retornarem, também foram liberados e só devem voltar em setembro.

LEIA MAIS >> Sogal deve demitir mais de 250 funcionários nos próximos dias

Conforme o presidente do sindicato, Marcelo Nunes, as demissões devem ocorrer em setembro. “Vamos começar a conversar com o Ministério Público e do Trabalho para discutir como serão as demissões após esse prazo.”

Procurada, a Sogal não retornou as ligações de Agência GBC.