"Os que não entendem talvez tenham a vida resolvida", diz prefeito de Cachoeirinha ao defender flexibilização | Agência GBC
22.2 C
Canoas
30 de janeiro de 2023

“Os que não entendem talvez tenham a vida resolvida”, diz prefeito de Cachoeirinha ao defender flexibilização

Apesar da bandeira vermelha, Miki Breier permitiu a abertura de bares, casas noturnas e cinemas

O prefeito de Cachoeirinha, Miki Breier, esclareceu nesta quarta-feira (05) que o decreto editado por ele, que permite a abertura de bares, casas noturnas e cinemas, não é uma imposição do município.

Apesar da normativa contrariar o sistema de distanciamento controlado do Estado, ele destacou que as pessoas necessitam voltar a trabalhar para garantir o sustento, desde que respeitem os protocolos de saúde.

Miki salientou que o comércio não é o causador do agravamento da contaminação pelo coronavírus, e que Cachoeirinha se preparou para o momento pandêmico.

“Importante lembrar que nenhum decreto obriga as pessoas a irem onde não querem ou não precisem. Simplesmente entendemos que temos condições de permitir que alguns possam buscar seu sustento. Os que não entendem talvez tenham a vida resolvida”, pontuou o prefeito nas redes sociais.

Entenda o decreto municipal

A Prefeitura de Cachoeirinha autorizou o funcionamento do comércio não essencial, restaurantes e lancherias, cursos profissionalizantes e outros, e serviços como cinemas, bares, casas noturnas, academias de ginástica, quadras de esporte, clubes e casas de eventos, entre outras atividades. Da educação infantil ao ensino superior, as aulas permanecem remotas.

A exigência é de que os estabelecimentos cumpram as medidas de prevenção ao coronavírus como teto de capacidade de atendimento, entre 50 e 100%, distanciamento interpessoal, uso de máscara, disponibilização de álcool gel e medição de temperatura corporal.

Miki salientou que a população e os empresários locais precisam cumprir os protocolos. “Estas medidas estão sendo avaliadas semana a semana. A vida não voltou ao normal. Caso a gente perceba a necessidade de restringir estas medidas, vamos fazer”.

O prefeito afirmou ainda que não se trata de pressão, mas de compreensão sobre o momento atual. “Há quase cinco meses estamos ouvindo que ‘as próximas duas semanas serão cruciais’. Mantendo as restrições e os protocolos, é hora de funcionar as atividades da cidade”.

Decreto municipal contraria regras da bandeira vermelha

Apesar de o governador Eduardo Leite ter permitido o funcionamento do comércio não essencial e dos restaurantes, com limitação de dias e horários, o decreto municipal é mais amplo, liberando uma gama maior de atividades econômicas.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!