Foto: CPERS/Divulgação

O CPERS denunciou para o Copo de Bombeiros a grande quantidade de álcool estocado nas escolas estaduais. Foi entregue no Comando do Corpo de Bombeiros Militar do RS, na tarde da última sexta-feira (23), um oficio que demonstra a preocupação com a segurança e o risco que foi colocado nas escolas estaduais.

As escolas foram visitadas desde a última terça-feira (20), data marcada para o retorno das aulas presenciais, porém, a direção percebeu a falta de EPIs, funcionários e condições estruturais. Além de uma quantidade exorbitante de álcool 70º armazenadas nas escolas.

Segundo o CPERS, os estoques foram entregues as escolas sem instrução do governo de como devem proceder o manuseio e armazenamento, o que levou os funcionários a empilharem as caixas em uma sala pequena, pouco ventilada e sem segurança.

O sindicato colocou no documento que muitas escolas não possuem estruturas necessária para armazenar os produtos, além de demonstrar preocupação pela quantidade de extintores de incêndios disponíveis nas escolas, para caso haja algum acidente com o álcool.

O ofício ainda pede que o Corpo de Bombeiros fiscalize a situação nas escolas para que haja a segurança aos educadores, alunos e toda a comunidade escolar.

A denúncia foi feita em nome de toda a rede estadual.