Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um homem de 31 anos foi preso pelos agentes da Delegacia de Proteção a Criança e a Adolescente (DPCA) em Canoas. Ele estuprava o primo de 10 anos no banheiro de casa.

Conforme a Polícia Civil, o crime ocorria em uma residência do bairro Mathias Velho. O preso foi flagrado pelo irmão mais velho da vítima que, entrou na residência e acabou surpreendendo o criminoso. No momento, a criança estava sendo estuprada.

Durante a investigação, o homem se mudou para a cidade de Palmares do Sul, na Praia de Quintão, no Litoral Norte. “Infelizmente, a agressão sexual ocorrer por parte de um parente próximo é fato corriqueiro, não servindo o mero parentesco como motivo para os pais exercerem menor vigilância sobre os filhos. Vivemos tempos confusos, onde as crianças devem estar sempre sob olhares atentos e vigilantes dos pais”, enfatizou o delegado Pablo Queiroz Rocha, titular da DPCA.

Já o delegado Mário Souza, diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (2ª DPRM), afirmou que este tipo de crime recebe “atenção especial por causa da hediondez e da natural falta de proteção das vítimas que são crianças e adolescentes.” O preso foi encaminhado ao sistema prisional.