Foto: Câmara de Vereadores de Canoas/Divulgação

A Câmara de Vereadores de Canoas rejeitou o projeto de Lei nº52 cuja proposta era liberar os exercícios de atividades religiosas, mesmo com limitações impostas pelo Estado, levando em conta as normas sanitárias para o combate do novo Coronavírus, nos quais respeitariam o distanciamento adequado e o número de pessoas dentro de igrejas e templos.

Em sessão ordinária realizada na tarde da última quinta-feira (3), os vereadores votaram se estavam a favor ou contra o projeto de lei, que foi rejeitado com 12 votos contra e cinco a favor. Três vereadores se ausentaram da votação.