Foto: Jaime Zanatta/ GBC

Em Canoas em novembro de 2020 foram registrados 103 casos de ameaças, 10 a menos do que o mesmo período em 2019, o que representa que essa violência diminuiu em 8,84%. Lesão corporal foram 59 casos registrados, cinco a menos do que em novembro de 2019, o que representa que diminuiu em 7,81% esta violência. Em novembro de 2019 foi registrado um caso de feminicídio, e neste ano, no mesmo período nenhum caso foi registrado, ou seja, diminuiu em 100%. Já o crime de estupro, foi registrado 14 casos em Canoas em novembro deste ano, nove casos a mais que o ano passado neste mesmo período, ou seja, o crime de estupro cresceu em 180%.

A Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul divulgou esses dados nesta quarta-feira (9).

Os índices de violência contra a mulher tiveram uma significativa diminuição no Estado, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Os crimes apresentados nesses dados são: ameaça, lesão corporal, estupro, feminicídio tentado e feminicídio consumado.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, no Rio Grande do Sul, os casos de feminicídios consumados apresentaram queda de 55%. Em novembro do último ano foram 11 crimes. Já em 2020, no mesmo mês, foram 5. Este é o menor total registrado desde 2013, quando houve duas mortes.

No total, 2019 teve 97 feminicídios, enquanto que até novembro deste ano, foram 72.