Foto: Polícia Militar de Mato Grosso do Sul/Divulgação

Um criminoso foi morto durante um confronto contra a Polícia Militar, na tarde da última quinta-feira (31), na Vila Bordon, Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Ele foi identificado como Camisa 10, 37 anos, filho do barão da droga de Canoas, Pingo. Camisa 10 era conhecido por ser o pistoleiro da facção PCC.

Segundo a polícia, Camisa 10 estava dirigindo um Renault Fluence na rua Comandante Elias Ferreira, quando foi abordado pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar do Mato Grosso do Sul. Ele teria resistido a abordagem policial e sacou uma arma, quando acabou baleado. Camisa 10 chegou a ser socorrido no hospital, porém não resistiu aos ferimentos e morreu. A polícia apreendeu uma pistola calibre .40, de uso restrito, cuja numeração estava raspada. Também foram apreendidos carregador, munição e um celular.

De acordo com a polícia, Camisa 10 seria o responsável por ter realizado alguns atentados contra autoridades e por quatro execuções realizadas no último mês.