Foto: Matheus Thomaz/Prefeitura de Canoas

Os prédios que voltarão a abrigar a UPA do Idoso, a UPA Niterói e a UPA Caçapava foram visitados na última segunda-feira (4) pelo prefeito Jairo Jorge. Nesses locais funcionam atualmente outras modalidades de atendimento, que dependem de agendamento de horário. O objetivo é ampliar as equipes médicas e de enfermagem dessas unidades e desafogar o atendimento nos três hospitais da cidade. 

A reabertura da UPA do Idoso integra as metas para os 100 primeiros dias de governo. “A visita ao local onde funcionava a UPA do Idoso foi fundamental para que possamos fazer um diagnóstico e tomar as medidas necessárias para a reabertura no menor prazo possível”, enfatizou o prefeito. Também serão tomadas as medidas necessárias para o uso operacional das outras duas unidades como pronto-atendimento. 

O secretário municipal da Saúde, Maicon Lemos, destacou a importância, sobretudo da UPA do Idoso, considerada estratégica no período da pandemia por concentrar o atendimento a um dos públicos mais afetados pelo coronavírus. “Os idosos precisam de uma atenção médica, farmacêutica e odontológica especializada”, afirmou. O prédio onde voltará a funcionar a UPA do Idoso abriga atualmente a UBS Imaculada. No local, foram identificados problemas como falta de ventilação e o consultório odontológico desativado por falta de profissional.