Um menino de, 7 anos, morador de Alto Feliz, foi a primeira morte por complicações da Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P). A doença está associada com o Coronavírus, porém, com manifestações depois que o paciente ficou infectado, com a criança apresentando ou não os sintomas de problemas respiratórios do Coronavírus. A Secretaria de Saúde do Estado confirmou a morte que ocorreu no dia 11.

Desde o mês de agosto, no Estado, quando a investigação da síndrome passou a ser realizada no país, 25 casos foram confirmados, dos quais 24 pacientes apresentaram evolução em seu quadro e receberam alta hospitalar. Um desses pacientes é morador de Canoas.

Segundo a Secretaria de Saúde, o menino foi internado no dia 1º de janeiro, com suspeita de apendicite, porém os exames realizados diagnosticaram o SIM-P, a partir de exames de sangue. A criança também foi diagnosticada com Coronavírus, mesmo sem apresentar nenhum sintoma, e foi internada.