Foto: Vinicius Thormann/Prefeitura de Canoas

O governador Eduardo Leite anunciou nesta quinta-feira (28), a proibição das festas religiosas de Iemanjá e de Navegantes em 2021. O objetivo é de evitar aglomerações e preservar a saúde pública.

Os eventos são realizados no dia 2 de fevereiro e tradicionalmente provocam o encontro de milhares de pessoas. “A manifestação individual merece todo nosso respeito, dentro do princípio de liberdade de expressão religiosa, mas eventos e aglomerações de pessoas não podem ser admitidos em função do risco à saúde”, comentou o governador.

Leite também reforçou que os eventos de Carnaval, sejam eles em ambientes abertos ou fechado, também estão proibidos neste ano. O feriado relativo à data está marcado para 16 de fevereiro. “E é claro, já projetando o Carnaval que se avizinha, a mesma coisa. A nossa definição, em decreto das regras estaduais, é de não poder aglomeração, o que envolve o Carnaval, ou seja, blocos, trios… Festividades nas ruas ou em locais fechados estão também proibidas”, finalizou.

O Palácio Piratini ainda avalia se será necessária a publicação de um decreto específico sobre o tema ou se os atuais protocolos sustentam a proibição aos eventos religiosos.