Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um homem, 23 anos, foi preso preventivamente, na manhã deste domingo (14), suspeito de ter matado carbonizado os pais e a irmã, em Tunas. Segundo a Polícia Civil, ele foi preso ao chegar no velório.

De acordo com a Polícia Civil, ele é o principal suspeito. A equipe de investigação trabalha com a hipótese de que o homicídio tenha sido causado por um disparo de arma de fogo seguida de incêndio na residência da família, onde o suspeito também mora.

Segundo a polícia, após prestar depoimento, o rapaz foi preso no Presídio de Sobradinho.

As vítimas foram identificadas como Adão Antunes dos Santos, de 66 anos, Marlene Schoeninger, de 43, e Jamile Schoeninger dos Santos, de 1 ano e 4 meses.