Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil descobriu que uma rave estava sendo organizada para o feriadão de Páscoa, em Nova Santa Rita. A festa clandestina seria abastecida com parte da droga sintética encontrada em um depósito no bairro Guajuviras, em Canoas.

Leia mais notícias de Nova Santa Rita

O depósito era em um apartamento discreto que, de acordo com a investigação, estava acima de qualquer suspeita. Foram apreendidos 2313 comprimidos de Ecstasy, que é popularmente chamado, de “doces”. Toda essa droga, conforme apurado pela investigação, seria vendida em festas clandestinas durante o feriadão de Páscoa, em Nova Santa Rita, Gravataí e Litoral Norte.

Segundo o delegado regional Mário Souza, diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (2ª DPRM), durante a festa cada comprimido seria vendido por até R$ 100. Com isso, o prejuízo para o tráfico de drogas passa dos R$ 300 mil. “O objetivo principal era evitar as festas. A forma mais rápida de fazer isso foi a de apreender as drogas”, conta.

Também foram apreendidos, 13kg de maconha, 383 gramas de cocaína e 263 gramas de crack. No local, os policiais encontraram centenas de pinos de cocaína, materiais para embalar a droga e três balanças de precisão.

Os organizadores da festa serão responsabilizados. “Vamos identificar eles e apurar o local exato onde essas festas iam acontecer”, finaliza o delegado Mario Souza.