Foto: Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro se manifestou nesta quinta-feira (6), durante transmissão ao vivo pelas redes sociais, sobre a tragédia que ocorreu em Saudades, no Oeste de Santa Catarina. Na terça-feira (4), Fabiano Kipper Mai, 18 anos, invadiu a creche Pró-Infância Aquarela e matou três bebês e duas professoras com golpes de facão. “Lamentamos a tragédia em Saudades, Santa Catarina. A equipe da Damares está lá. Realmente não temos informações, ninguém consegue explicar como um indivíduo, de 18 anos de idade, faz uma barbaridade dessas”, afirmou. 

O presidente ponderou ainda que o assassino escolheu um lugar onde a resistência seria zero para praticar o crime contra mulheres e crianças, diferente de “invadir um quartel da Polícia Militar ou um quartel da Marinha”. “Para mim esse cara não é maluco, não. Ele desferiu golpes contra si mesmo, está vivo, deve sobreviver. Espero que tirem informações dele, o que é que esse maluco foi fazer lá, praticar essa tragédia. E que mofe na cadeia, no mínimo, caso venha a sobreviver. Se bem que, se ele morrer também, eu não vou ficar triste não”, ressalta o presidente.

Conforme boletim médico divulgado nesta quinta-feira, o quadro de saúde de Kipper Mai é estável: permanece sedado, em UTI, passando por recuperação pós-operatória. A prisão preventiva foi concedida pelo Judiciário na quarta-feira (5).