Foto: Brigada Militar/Divulgação

Policiais da Força Tática do 15° Batalhão de Polícia Militar (15° BPM) prenderam quatro homens e uma mulher no bairro Guajuviras, em Canoas. Eles são suspeitos de, pelo menos, três homicídios em 2021 na região, incluindo o bairro Estância Velha.

Leia mais notícias de Canoas

Entre os presos, está o líder da organização criminosa. Ele é apontado como autor dos homicídios e por sempre agir com extrema violência. Nas ocorrências em que o criminoso é suspeito de matar, estão relacionados o uso de armas de calibre restrito. Entre elas, há fuzis, pistolas calibre 9mm e espingardas calibre 12.

Leia mais sobre homicídios atribuídos a esse criminoso:

Homem morto a tiros dentro da Comtel, em Canoas

Criminosos invadem casa em Canoas e matam homem a tiros

Homem é morto com tiros de fuzil dentro de casa em Canoas

DUPLO HOMICÍDIO EM CANOAS | Homens são mortos dentro de casa no Guajuviras

Com os presos, os policiais apreenderam: uma pistola colt super automática, uma pistola marca Taurus 58 HC Plus, uma pistola Canik PT9DA, uma pistola Bersa Thunder, uma espingarda calibre 12, sete carregadores calibre 9mm, 25 munições de calibre 38, 70 munições de calibre 380, 71 munições de calibre 9m, 57 munições de calibre 9mm e um simulacro de pistola. Além do armamento, também foram encontradas 562 pedras de crack, 30 peteca de cocaína, caderno de anotações, quatro balanças de precisão, um celular sansung, três celulares e certa quantia em dinheiro.

A prisão foi durante a Operação Zero Killer, deflagrada com o objetivo de evitar homicídios e prender os criminosos envolvidos nessas ocorrências. Os policiais chegaram até o grupo após a ajuda do setor de inteligência do 15° BPM.

Os presos vão responder por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e formação de quadrilha. Eles devem ser escutados pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) para serem responsabilizados pelos cinco homicídios.

Operação Zero Killer

O policiamento está reforçado em toda a cidade. De acordo com o Tenente Coronel Jorge Dirceu Filho, comandante do 15° BPM, os últimos homicídios nos bairros Estância Velha e Guajuviras chamaram a atenção dos policiais desde a proximidade dos fatos até a semelhança entre eles. “Isso nos preocupou. As armas utilizadas neles são de uso restrito. Foram usados fuzis e pistola 9mm. Como resposta a eles e para tranquilizar a comunidade, a gente reforçou o policiamento em toda a cidade”, relata.

Os policiais das 4 Companhias espalhadas pelo município e da Força Tática que, diariamente, garantem a segurança dos moradores, receberam o reforço do 1° Batalhão de Polícia de Choque (1° BPChoque) e da Cavalaria do 4° Regimento de Polícia Montada (4° RPMon). Esse aumento de policiais foi um pedido feito aos Comandos de Policiamento Metropolitano e Geral da Brigada Militar e não tem data para sair da cidade.

“Quem vir cometer crime na nossa área, a gente vai responder com muita força para impedir que isso volta a acontecer”, finalizou o comandante.